Menssagem de erro

  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Undefined variable: crumbs em blog_espm_breadcrumb() (linha 27 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/themes/blog_espm/template.php).

Conhecimento premiado

Autor: Regina Lima
04 ago
Pesquisa do PMDGI-ESPM ganha prêmio internacional. Estudo demonstra quais características tornam cidades globais mais interessantes para receber investimentos externos de multinacionais
Mário Ogasavara (o segundo da esquerda para a direita) ao receber o prêmio no congresso da SGBED. Foto: Acervo Pessoal

A Society for Global Business and Economic Development (SGBED), na 14.ª edição de seu congresso mundial que, neste ano, ocorreu na Montclair State University, em New Jersey, entre 21 e 24 de junho, premiou a pesquisa brasileira com o título Foreign Subsidiaries Attributes and the Location Strategy of Multinacional Firms in Global Cities in Emerging Markets (Atributos e Estratégias de Localização das Subsidiárias Estrangeiras de Multinacionais em Cidades Globais de Países Emergentes), produzida pelo Programa de Mestrado e Doutorado em Gestão Internacional da ESPM (PMDGI-ESPM) como a melhor entre todas as que foram apresentadas. O coordenador do programa, Mário Ogasavara, um dos autores do artigo, recebeu o prêmio das mãos do presidente da SGBED, C. Jayachandran.

A ESPM, depois da Montclair State University, foi a instituição de ensino com o maior número de artigos aprovados, nove, para serem apresentados no congresso deste ano. O artigo vencedor ‒ de autoria dos pesquisadores Ogasavara; Julio Cesar Bastos Figueiredo, professor do PMDGI e coordenador da pós-graduação lato sensu da ESPM-SP; Paulo Kazuhiro Izumi e Pedro Carvalho Burnier, doutorandos do PMDGI ‒ relaciona o conceito “cidades globais”, muito caro às áreas como economia e urbanismo, ao campo da administração, oferecendo base científica para sua aplicação a uma base de dados, algo inédito até então. A participação neste congresso foi possível graças ao apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e do Centro de Altos Estudos da ESPM (CAEPM).

Ogasavara investiga o tema desde o mestrado e doutorado, realizados no Japão, pela Universidade de Tsukuba. “O único país que possui dados completos a respeito de subsidiárias e multinacionais é o Japão. Eles produzem uma base de dados completa com todos os detalhes necessários para esse tipo de pesquisa”, explica. O coordenador desenvolve, há mais de 15 anos, estudos para identificar métricas que demonstrem os motivos que levam multinacionais a investirem mais em determinados países e quais seriam estes países, faltando, até agora, as métricas para demonstrar os diferenciais das cidades globais para receberem Investimento Estrangeiro Direto (IED). “Os dados disponíveis no mundo todo são consolidados, pois as empresas não costumam detalhar informações de suas subsidiárias”, comenta. Quem está montando essa base de dados das multinacionais brasileiras é o pesquisador do Observatório de Multinacionais Brasileiras da ESPM Gabriel Chueke. “A Lista Toyo Keizai, do Japão, é feita desde 1970, o que nos permite desenvolver teorias e métricas para serem aplicadas em outras bases. Estamos começando a utilizar a base do Observatório da ESPM, único sobre as multinacionais brasileiras, mas, por serem dados colhidos desde 2007, ainda não existem muitas pesquisas. No campo acadêmico tudo leva tempo”, esclarece o pesquisador.

Na América Latina, os países que mais atraem IED são: México, Brasil, Venezuela, Chile, Argentina, Colômbia, Peru e Uruguai. Quando a pesquisa foca para as cidades mais globais da região, o resultado é: México, São Paulo, Caracas, Buenos Aires, Santiago, Rio de Janeiro, Bogotá, Lima, Montevidéu e Brasília. “Percebe-se aqui o potencial brasileiro, pois é o único país latino-americano a ter três cidades globais. Se formos mais a fundo, ainda aparecem cidades como Belo Horizonte, por exemplo”, acrescenta Ogasavara.

A próxima etapa da pesquisa, que está apenas começando, será descobrir a relação entre o desempenho e a sobrevivência das multinacionais. “Há uma carência muito grande, no mundo todo, da disponibilidade de informações e da transparência das empresas, fatores que facilitariam muito o trabalho do pesquisador”, segundo Ogasavara.

O SGBED atrai pesquisadores que estudam marketing, negócios internacionais, turismo, esportes, finanças, tecnologia da informação, empreendedorismo, PME’s, ONGs, logística, gerenciamento e economia. Além de pesquisadores da academia, também participam consultores de empresas e CEOs, que costumam ser convidados para dar palestras no jantar de gala. Representantes dos Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Alemanha, Itália, Áustria, Suíça, Finlândia, Austrália, Brasil (apenas o PMDGI-ESPM participou), México, Eslováquia, Croácia, China, Coreia do Sul, Taiwan, Hong Kong, Paquistão, Índia, Malásia, Tailândia, Vietnã, Nepal, Turquia, Emirados Árabes Unidos, África do Sul e diversos outros países participaram do evento.

  • Compartilhe:

Quem Escreve?

imagem de Regina Lima

Regina Lima

é jornalista, atua na área de assessoria de imprensa e comunicação corporativa há 20 anos. Atualmente, atende a ESPM pela SPGA. Mestranda do PPGCOM-ESPM, realiza pesquisa na linha da Comunicação, Educação e Consumo com crianças e jovens da Vila Brasilândia.

Relacionados