Menssagem de erro

  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Trying to get property of non-object em espm_blog_banner_post_node_access() (linha 30 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/modules/custom/espm_blog_banner_post/espm_blog_banner_post.module).
  • Notice: Undefined variable: crumbs em blog_espm_breadcrumb() (linha 27 de /var/www/html/espm/portal/www/sites/blog/themes/blog_espm/template.php).

Paralelas que se encontram na paz

Autor: Guy Almeida Jr.
24 nov
Correspondente português no Oriente Médio faz palestra a estudantes de Relações Internacionais da ESPM-SP

Henrique Cymerman comentando  o confronto entre Palestina e Israel na ESPM-SP. Foto: Bruno Leite

Desde as primeiras aulas de geometria que temos no ensino fundamental, o professor insiste com a definição de que retas paralelas não se encontram, a não ser no infinito. Seria o infinito o local ou o tempo nos quais as pessoas se encontrariam e viveriam na paz?

O jornalista e correspondente português no Oriente Médio do La Vanguardia, Antena 3, SIC e Globo News, Henrique Cymerman, foi o convidado da última edição do ano do evento Relações Internacionais e iFHC (Instituto Fernando Henrique Cardoso), na manhã de 12 de novembro na ESPM-SP e falou por pouco mais de uma hora com os estudantes de Relações Internacionais da unidade. O tema O conflito entre Israel e Palestina: a visão e o testemunho de um grande jornalista, com Henrique Cymerman foi o mote para que o convidado apresentasse o conflito que considera o tema central do mundo, por conta do interesse que gera e por estar no que chama o coração do mundo, ponto de nascimento de três das principais religiões do globo.

Segundo Cymerman, “muito que ocorre no conflito é negligenciado na mídia. Há muitos países árabes que acham que é necessária a resolução da Palestina. Mas isso não sai na mídia”, disse, apontando que a guerra ocorre, antes de tudo, no ambiente midiático. “É em primeiro lugar, uma guerra midiática e política. Cada câmera de TV e computador são como armas”.

O professor do curso de Relações Internacionais da ESPM, Guilherme Casarões, questionou o convidado sobre as possiblidades que o Brasil pode oferecer para a paz na região. O jornalista acredita que pode oferecer sim, mas sob condições. Um fato importante que destacou é a simpatia expressa no mundo por nosso País onde, segundo ele, muçulmanos e judeus mantém um “relacionamento fluido”. Cymerman afirmou: “O que eu diria ao governo brasileiro: desenvolva empatia de ambas os lados”.

Sobre o processo de paz na região, ele contou que já ocorreu em Gaza uma troca de territórios entre Israel e a Autoridade Palestina visando a manutenção de colonos na Cisjordânia. “O problema está nesses 80 mil colonos que estão isolados na Cisjordânia. Israel precisa trazer os colonos, mas o local não pode ser ocupado por radicais, como o Hamas. Se Israel quer mantém seu caráter demográfico e judaico, deve tirar esses colonos”, refletiu.

Falou também sobre a opinião pública da população israelense sobre o cobre conflito. Segundo ele, entre 60 e 70% da população apoia a criação de um estado binacional, mas os mesmos não acreditam na paz.

Nesse contexto defende que é necessário avançar no tema palestino, como a única forma que pode dar a esperança de um futuro de paz, Cymerman entende que um dos meios para isso é a ênfase em uma educação para a paz. “As crianças palestinas têm que pensar em viver pela Palestina e não morrer por ela. Ocupação é um câncer, não há nenhuma ocupação que seja humanista. A questão é negociar”, disse e acrescentou que os jovens israelenses também não estão felizes por serem obrigado a fazer patrulha.

Além de falar do conflito, o convidado também falou rapidamente sobre o Estado Islâmico (EI) que, por infeliz coincidência, realizaria seus atentados em Paris no dia seguinte. Ele comparou brutalidade do grupo a dos mongóis que no século 13, realizaram campanhas nas Ásia Central e Oriental. Sob o comando de Gengis Khan, os mongóis decapitavam seus inimigos e avançavam no território.

Em suas considerações finais, Cymerman disse que era uma palestra especial falar a estudantes e os convocou: “Lutem contra a ignorância. Palestinos e Israelenses são como duas linhas paralelas que não se encontram. Só para se matar. Precisamos um encontro com pessoas, ver que há um ser-humano do outro lado, romper a geometria e promover a paz”.

  • Compartilhe:

Quem Escreve?

imagem de guyalmeidajr

Guy Almeida Jr.

é jornalista e mestre em Comunicação e Práticas de Consumo, foi editor da revista e blog ESPM+ (entre 2008 e 2014). Atualmente é editor e co-criador do +ESPM.

Relacionados